Pensando bem – 16

José Horta Manzano

0-Pensando bem

A Polícia Federal
‘Tá botando pra quebrar
Inda hoje foi buscar
Dirigente maioral

Diz que é por compra de voto
Diz que é por corrupção
Mas o acusado, seu moço,
Não botou a mão no bolso
Teve outro modo de ação

Todo o dinheiro do crime
Não saiu do bolso dele
No tempo das vacas gordas
Ele dirigia o COB
E nós “ficava” mais pobre

Pensando bem – 14

José Horta Manzano

0-Pensando bem

Já diziam os antigos
«Tudo o que é demais cansa»
Assim mesmo, o fato espanta:
Nunca vi uma coisa assim
Como a Lista de Fachin.

Pra um político bandido,
Um Maluf, um Adhemar,
Dava-se pouca atenção
Saía até gozação.

Agora batemos no teto
O ambiente é abjeto.

Infelizmente, a overdose
Alivia a bandidagem
E dilui o desespero.

Quando a coisa é um exagero
Tem uma característica:
Já não é fato isolado
Passa a ser estatística.

Pensando bem – 12

José Horta Manzano

0-Pensando bem

A cada dia que passa,
Que chova, vente ou sol faça,
A gente sabe que tem
Um movimento dos sem.

Tem quem se diga sem-terra,
Tem quem se diga sem-casa,
Tem quem se diga sem-teto.
A gritaria atanaza
E o povo todo se atrasa

Mas basta pensar um pouco:
Não precisa ficar rouco.
Só quem grita é que se ferra.
Pensando, a gente não erra.

Deixando os considerandos
E chegando aos finalmentes,
Convém esquecer os bandos,
Que é pra não ficar dementes.

O que falta não é terra
Não adianta abrir berreiro.
Refletindo, não se erra.
O que eu digo é verdadeiro.
O que falta não é teto:
O que falta é dinheiro.

Pensando bem – 11

José Horta Manzano

0-Pensando bem

Na Coreia do Norte, tudo é proibido ‒ até aquilo que é permitido.

Na Alemanha, tudo é proibido ‒ salvo o que é permitido.

Na Itália, tudo é permitido ‒ salvo o que é proibido.

No Brasil, tudo é permitido ‒ especialmente o que é proibido.

Pensando bem – 10

José Horta Manzano

 

Chamada da Folha de São Paulo, 14 abr 2016

Chamada da Folha de São Paulo, 14 abr 2016

Parece até ameaça
Cruz-credo! Que Deus nos livre!
Seria cruel desgraça
Ninguém merece. Tem dó!

0-Pensando bemNo entanto, a bem refletir
Só pode ser brincadeira
Não é verdade, é gogó.

Assim que a Dilma se for,
caminho já está traçado:
é Lula no xilindró.

Pensando bem – 9

José Horta Manzano

0-Pensando bem

Meu coração por ti gela
Meus amores de ti são
Por não poder amar ela
Já nela não penso não.

Cacofato 1

Cacófato deriva do grego kakophonía, onde kakos significa ruim e phonia é o som, a voz. Confronte cacofonia com sinfonia, sequência de sons harmoniosos e concertados.

Cacófato é conjunto de sons estranhos ou desagradáveis que costumam aparecer no discurso ou até no interior das palavras. Melhor evitar, que dá mais certo.

Pensando bem – 8

José Horta Manzano

0-Pensando bem

Começou já faz uns trinta anos.
Discursou em caixa de sabão.
Desde então, contou muita mentira,
Melhorou vestindo casimira,
Foi subindo, ganhou eleição.

Lula caido

Tanto fez que o povo acreditou
E por ele teve devoção.
Mas um dia o povo se cansou
(Neste mundo, tudo é passageiro)
Descobriram que era trapaceiro.
Não deu outra: foi jogado ao chão.

Pensando bem – 7

José Horta Manzano

0-Pensando bem

Pra fazer uma sondagem
e encontrar opinião,
é preciso ter coragem,
escapar da malandragem,
caprichar na rechecagem
e contar tudo ao povão.

Um instituto conhecido
pela sua exatidão
anda quieto e encolhido
já não diz mais ter ouvido
a voz da população.

Pesquisou, já várias vezes,
o tal grau de aprovação
do governo do País.
Mas agora, já faz meses
que me deixam infeliz:
não há mais publicação!

O silêncio é contundente
e me deixa encafifado.
No fundo, quem me garante
que, neste Brasil amado,
inda temos presidente?

Pensando bem – 5

José Horta Manzano

0-Pensando bem

Subornar não é difícil
Inda mais um medalhão.
Estão sempre sorridentes
E já estendem logo a mão.

 Quando acabam descobertos,
Dizem que é tudo maldade.
Juram sempre ter vivido
Na mais pura honestidade.

 Mostram logo seus extratos
Dizem que não têm cobiça.
Olhe aqui: do Itaú,
E este aqui, do Santander!
Só não tiram do baú
Os extratos da Suíça.

Interligne 18b

Versinhos inspirados na reação indignada de figurões acusados de se terem deixado corromper. Alguém imagina que propina seja paga com cheque? Ou contra recibo assinado com firma reconhecida?

Dinheiro de origem inconfessa costuma circular em bolsos, bolsas, pastas e malas. Estes últimos anos, até dentro de bíblias e de cuecas.

Tem gente que não tem medo do ridículo.

Pensando bem – 4

José Horta Manzano

0-Pensando bem

A PF levantou de mau humor
Resolveu cumprir mandados de prisão
Esforçou-se, trabalhou sem destemor
No combate pra punir a corrução.

Levou gente conhecida pra depor
Mas, bondosa, não levou de camburão.
Os culpados já receiam com pavor
a sequência. «Será que vou ter perdão?»

Um dos presos bateu pé, não quis falar.
Como a gente vê em filme americano,
O detido tem direito a se calar.
Tem razão: ‘stá no seu direito humano.

A polícia resolveu ali, na hora:
ordenou que o acusado fosse embora.

Só que agora, quando o homem for depor,
Já dará pronunciamento combinado.
Nesta altura, qualquer um pode supor
Que já foi se aconselhar com advogado.

No estrangeiro, isso não funciona não.
O suspeito fica preso: esse é o cenário.
Esse é o meio de impedir a colusão.
Nossa lei só favorece… o salafrário.

Pensando bem – 2

José Horta Manzano

0-Pensando bem

Os que hoje tanto gritam:
“O meu voto foi fraudado,
Tudo foi manipulado,
Houve fraude na eleição!”

Por que dormiram no ponto?
Por que ficaram calados
Quando ainda havia tempo?
Agora num ‘dianta não.

«Acta est fabula, plaudite!»
A comédia acabou. Aplaudam!