Todo brasileiro é um feriado

José Horta Manzano

Certas pessoas têm o dom de bolar tiradas de efeito, um recurso que não está ao alcance de qualquer um. Não é questão de inteligência, nem de estudo, nem de aplicação: é dom. Quem tem, consegue; e quem não tem, não adianta insistir, que não vai dar certo. Quem é bom nessas artes pode ser chamado de frasista – um bambambã na criação de frases.

O pernambucano Nélson Falcão Rodrigues (1912-1980), conhecido simplesmente como Nélson Rodrigues, foi jornalista, cronista, escritor e dramaturgo. Era excelente frasista. Algumas de suas tiradas ficaram na história. O magistral título deste artigo é de sua autoria.

De sua coleção de máximas, extraí algumas que, a meu ver, se enquadram com perfeição no clima de manicômio que nosso atual governo impõe ao país.

E esta vale como sinistra advertência para a marca que essa malta de desajustados deixará na história.

Outras máximas ― 27

«O primeiro nome de Freud era Segismundo. Aliás, não só seu primeiro nome como também seu primeiro complexo.»

Sergio Porto (1923-1968), o Stanislaw Ponte Preta, escritor, cronista, radialista e compositor carioca.

Outras máximas ― 22

La France est un pays extrêmement fertile. On y plante des fonctionnaires. Il y pousse des impôts.

 A França é um país extremamente fértil. Plantam-se funcionários. Crescem impostos.

Georges Clemenceau (1841-1929), homem de Estado francês

Dizem que o solo brasileiro é ainda mais fértil que o francês, portanto…

Outras máximas ― 1

«La più grande gioia dell’uomo dovrebbe essere quella di donare. Ma, purtroppo, chi vorrebbe non può, e chi potrebbe, non vuole.»

«A maior alegria do homem deveria ser a de dar. Infelizmente, os que querem não podem, e os que podem não querem.»

Libero Bovio (1883-1942), poeta napolitano