Quem tem medo?

José Horta Manzano

Dois dias atrás, o Estadão publicou em editorial:

«O senador Renan Calheiros, alvo de 17 inquéritos em curso no Supremo, resolveu dar seu apoio explícito a Bolsonaro, dizendo que o presidente “pode deixar um grande legado para o Brasil que é o desmonte desse Estado policialesco que tomou conta de nosso país” – em referência à Operação Lava Jato.

Segundo Renan Calheiros, a nomeação de Kassio Marques para o Supremo, bem como a de Augusto Aras para a Procuradoria-Geral da República e a demissão de Sérgio Moro do Ministério da Justiça, faz parte desse “desmonte”.»

Renan Calheiros
by Lucas ilustrador

O distinto leitor tem medo da Lava a Jato? Receia ser apanhado e terminar na Papuda, em Bangu 8 ou noutro estabelecimento penitenciário? Tenho certeza de que não. Corruptos não frequentam este espaço, que isto aqui é lugar de gente séria. Eu também não receio a Lava a Jato nem nenhuma outra operação contra ladrões do dinheiro do Estado.

Pois então, como é que fica? Quem é que tem medo da Lava a Jato? Quem e por que – a começar pelo presidente da República – sonha com seu “desmonte”?

Não precisa nem perguntar, pois não? Quando alguém, seja quem for, se mostrar favorável ao fim de operações de caça aos corruptos, desconfie. É bem provável que esteja com o rabo preso.

4 pensamentos sobre “Quem tem medo?

  1. Coincidentemente, sua reflexão acontece no mesmo dia em que acordamos horrorizados com a notícia de que o vice-líder do governo Bolsonaro foi pego com 30 mil reais na cueca (mais especificamente entre as nádegas, sem proteção higiênica) e apenas um dia depois do ex-capitão prometer dar uma voadora no pescoço de quem se desviar do caminho do bem. Vale a pergunta: vivemos num estado policialesco ou num inferno dantesco?

    Curtir

    • Considerando que o Estado não escorregou de uma nuvem nem foi trazido por homenzinhos verdes extraterrestres, a constatação é triste mas “inescapável”: ele é o que nós mesmos geramos.

      Falando em dinheiro, se eu fosse marqueteiro de operadora de cartão de crédito, não deixaria escapar a ocasião de mostrar como é vantajoso e higiênico ter na carteira um cartão sem contacto (em português: contactless).

      Curtido por 1 pessoa

Dê-me sua opinião. Evite palavras ofensivas. A melhor maneira de mostrar desprezo é calar-se e virar a página.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s