E agora?

José Horta Manzano

A epidemia de Covid-19, o novo coronavírus devasta o planeta numa onda que veio do Extremo Oriente, chegou à Europa e ameaça as Américas. Escorado no comportamento fanfarrão de seu ídolo americano, doutor Bolsonaro tem se mostrado nulo. Em vez de agarrar a ocasião pra subir ao palanque e mostrar força e vigor na proteção de seu povo contra o inimigo microscópico, deu de ombros e disse que a epidemia é “invenção da grande mídia”. Que cada um cuide de si. Afligente.

Nesta quinta-feira, ao levantar-se, ele há de ter ficado sabendo do que fez Trump durante a noite. O presidente americano deu uma pirueta e mudou radicalmente o discurso. Em tom solene, anunciou haver decretado a proibição de entrada nos EUA de todo estrangeiro que tiver pisado solo europeu nas últimas semanas. Solo chinês pode. A medida só visa a Europa. Mr. Trump encontrou no Velho Continente o inimigo providencial para reforço de sua campanha eleitoral. A medida sem precedentes assustou Oropa, França e Bahia. Bolsas caíram. Aviões voam vazios. Homens de negócio não sabem que fazer. Turistas desacorçoados pousam a mala no chão.

by Luc “O Sekoer” Descheemaeker (1955-), desenhista belga

E agora, doutor Bolsonaro? Como é que fica aquela história de que «esse vírus não é mais que uma gripezinha à toa»? Vai dar uma viravolta também? Agora pode, que Seu Mestre mandou. É nisso que dá viver dentro de uma bolha, cercado de militantes, isolado do mundo. Quem se afasta, como ele, nada aprende, de nada fica sabendo, a nada reage.

Agora doutor Bolsonaro está metido numa saia justa. Se seguir o exemplo de Mr. Trump, a vassalagem vai ficar explícita – um papelão. Se persistir na negação do evidente perigo causado pelo vírus, é o entupimento que vai ficar evidente – um papelão. Dilema é isso: escolha entre duas opções ruins. Quem viver, verá.

3 pensamentos sobre “E agora?

  1. Tomara que agora, confirmada a contaminação de Wajngarten e provável transmissão do vírus para o próprio Bolsonaro, ele entre em contato finalmente com sua condição de mortalidade e adquira um perfil um pouco mais humano. Sinceramente, eu duvido mas não posso deixar de desejar que isso aconteça. Quando foi esfaqueado, o nível de paranoia dele subiu aos céus e impediu que ele se enxergasse frágil como qualquer outra pessoa. Agora, só se ele acreditar que os esquerdopatas arranjaram um meio de contaminar todo o ar dos Estados Unidos, do avião presidencial e o de sua comitiva.

    Curtir

    • Lembro que Hugo Chávez, ao receber a notícia de que estava com câncer, levantou a suspeita de que os serviços secretos dos EUA estivessem por detrás da doença. Recordou que Fidel Castro, Lula da Silva, Dilma Rousseff e, naquele momento, também ele estavam com câncer. Achou que era demais pra ser simples coincidência.

      Portanto, com doutor Bolsonaro, tudo é possível. Pode até achar que é complô urdido pelos palestinos. Afinal, o moço que contraiu coronavírus é judeu e doutor Bolsonaro se deixou batizar nas águas do Jordão.

      Curtido por 1 pessoa

Dê-me sua opinião. Evite palavras ofensivas. A melhor maneira de mostrar desprezo é calar-se e virar a página.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s