Mistérios de gênero

José Horta Manzano

No passado, as atividades femininas restringiam-se a afazeres domésticos e a trabalho na agricultura. Fora desse universo restrito, era o clube do Bolinha: só homens tinham vez.

Soldado 1A Revolução Industrial expandiu o horizonte profissional das mulheres. Guerras que devastaram a população masculina também colaboraram. No século XX, a diversificação das atividades humanas permitiu que moças e senhoras passassem a exercer profissões que antes lhes eram vedadas.

À medida que possibilidades se abriam, nome de profissão foi ganhando equivalente feminino. Assim, apareceram as primeiras médicas, professoras, deputadas, engenheiras, filósofas, escritoras. Até estivadoras, delegadas de polícia e juízas existem. Há diretores e diretoras, vendedores e vendedoras, empregados e empregadas, assalariados e assalariadas.

Curiosamente, uma profissão exercida por número crescente de mulheres ainda não ganhou denominação feminina. Ainda hoje, ouvi pelo rádio o depoimento de uma moça apresentada como soldado da Polícia Militar. «Ela é soldado». Soa estranho, não?

Soldado 2Soldado deriva de soldo, retribuição devida a militares. Em latim, soldus – contração de solidus – designava moeda de ouro ou de prata. Entre as palavras da família, algumas ainda se referem a dinheiro ou a pagamento. Dizemos saldar uma dívida, por exemplo. Os antigos diziam «venda de saldos» – expressão hoje arcaica, substituída que foi por «sale», que é muito mais chique.

Concordo que alguns femininos dão margem a forma estranha. Para evitar hilaridade, é melhor evitar dizer torneira mecânica, por exemplo.

A meu ver, no entanto, não há por que hesitar em dizer soldada. Não me parece ofensivo, nem ambíguo, nem politicamente incorreto. Além do mais, está abrigado sob o manto do vocabulário da Academia Brasileira de Letras. Portanto, é de lei.

5 pensamentos sobre “Mistérios de gênero

    • Pode. Soldado também preenche as mesmas preocupações: pode ser confundido com uma peça que foi grudada a um conjunto através de solda. Ou não ?

      A língua está repleta de homônimos, o que não impede que se os use. O bom senso costuma resolver esse tipo de problema.

      Curtido por 1 pessoa

  1. Sei que o autor, com extraordinário êxito, presenteia-nos com um leque de raciocínios convidativos à reflexão sempre séria e respeitosa quanto à língua portuguesa e, idem, quanto ao grandioso papel desempenhado (muitas vezes de forma mais competente) por mulheres em cada vez mais numerosos campos profissionais. De minha parte, talvez quase fugindo ao tema, tenho imediato surto de associação de ideias, para lembrar de como a nossa Chefe(a) do Executivo Federal sempre fez questão de ser chamada de “presidenta”. Não sei avaliar o peso linguístico disso, mas sei que esse tempo de baixa popularidade pode provocar no povo o efeito de uma inconsciente ligação da rima. Exemplo: “presidenta”, lembrando outras aplicações questionáveis: “gerenta”; “peçonhenta”; “impliquenta”; “inclementa”; “inconsequenta”; “massacrenta”; “irrenuncienta”. Claro, se ela lesse isto, me responderia: “por que você não tenta?”

    Curtido por 1 pessoa

    • Jaciel,

      Apesar de muita gente achar que é gramaticalmente errado, a forma «presidenta» é aceita pelo Volp (Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa), a publicação que dá fé da existência de palavras.

      Salvo erro ou omissão, somente dois substantivos masculinos aceitam a forma feminina em enta: parenta e… presidenta.

      Usá-las ou não é questão de gosto. Pessoalmente, prefiro «parente» e «presidente» para ambos os sexos.

      Tem mais: chamar dona Dilma de «presidenta» é marca de apreço por certa corrente política que, francamente, não me é simpática.

      Curtido por 1 pessoa

  2. Em momentos de dúvidas, gosto de pesquisar no dicionário de Luiz Antonio Sacconi. Ele abona o termo “soldada” há muito tempo. O Houaiss não traz esse vocábulo. Talvez até por considerar óbvio que se termina o masculino em O, haverá o feminino de substituir essa vogal por A. Aí eu me pergunto: será que existem mulheres na posição de cabo? Seria uma… caba? rsrs

    Curtido por 1 pessoa

Dê-me sua opinião. Evite palavras ofensivas. A melhor maneira de mostrar desprezo é calar-se e virar a página.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s