Zuniga

José Horta Manzano

Tempos houve, faz bem mais de 150 anos, em que os habitantes da acanhada vila de São Paulo de Piratininga mandavam seus escravos ou iam pessoalmente visitar o Zuniga. Faziam isso todos os dias. Eram outros tempos, era um mundo em que a luta diária pela existência não deixava margem para distrações. De resto, não havia estádios nem futebol.

Água encanada não existia nem em sonho. Para lavar roupa ou simplesmente para aprovisionar-se em água potável, os paulistanos se valiam de riachos, fontes, alagados ou tanques naturais. Era o caso do Tanque do Zuniga.

São Paulo, Tanque do Zuniga Mapa de 1847 do Eng° Civil Bresser

São Paulo, Tanque do Zuniga
Mapa de 1847 do Eng° Civil Bresser

Situado em terras de um certo Manuel Zuniga, era uma pequena lagoa natural. Escravas frequentavam o lugar onde enchiam seus cântaros e lavavam roupa. Ficava na região onde hoje está o Largo do Paiçandu, entre a Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos e o edifício do Correio Central.

São Paulo, Localização do Tanque do Zuniga Mapa atual do Google

São Paulo, Localização do Tanque do Zuniga
Mapa atual do Google

O tanque sumiu com a drenagem da região, entre 1850 e 1860. O nome Zuniga, que havia desaparecido da memória dos paulistanos, reaparece agora de repente, sob a forma de um desastrado jogador colombiano de futebol, autor de um verdadeiro atentado contra o astro maior da Seleção.

Zuniga é nome ibérico, originário do País Basco. No original, a pronúncia é proparoxítona ― Zúnhiga. Seja qual for a história do tanque, o nome há de ser lembrado como triste capítulo da história do futebol.

Exatamente como o nome do goleiro alemão Harald Schumacher, autor de uma violenta «voadora» que, na Copa de 1982 , demoliu o jogador francês Patrick Battiston, que teve de ser retirado desacordado. Ainda hoje, 32 anos depois do que ocorreu aquele dia em Sevilha, os franceses ainda lamentam o episódio que contribuiu para tirá-los da Copa.

Se você quiser saber ou relembrar como foi a “voadora” de 1982, clique aqui.

Dê-me sua opinião. Evite palavras ofensivas. A melhor maneira de mostrar desprezo é calar-se e virar a página.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s