O relógio mais caro

José Horta Manzano

Para o mundo da relojoaria e da joalheria, a Feira de Basileia ― que ultimamente ostenta o nome de «Baselworld», mais adaptado a nossos tempos ― é a referência maior. Expositores e visitantes acorrem do mundo inteiro.

A edição 2014 abriu as portas neste 27 de março para uma semana de frenesi. Para lhes dar uma ideia da grandiosidade do show, aqui vão alguns números da safra 2013:

      • 1460 expositores provenientes de 40 países
      • 122 mil visitantes de 100 países
      • 25 mil funcionários a serviço dos visitantes
      • Extensão de todas as alas somadas: 30km
      • 3600 jornalistas de 70 países
      • 1300 estandes
      • Superfície do maior estande: 1625m2
      • 6 milhões de cartões de visita trocados

The Graff Hallucination

The Graff Hallucination

Este ano, a grande atração da Feira ficou por conta de um relógio pra lá de exclusivo. Peça única. Está sendo apresentado pela britânica maison Graff Diamonds ― referência no mundo dos diamantistas desde 1960.

O relógio, chamado Hallucination, é pequenino. O que chama a atenção é a pulseira que lhe está em roda. É um tapete de pequenos diamantes lapidados, de cores variadas.

Se é bonito? Há gosto pra tudo. Observe a foto e julgue você mesmo. Pode deixar, que qualquer hora vai aparecer alguém disposto a arrematá-lo. Seu valor? Uma bagatela: 55 milhões de dólares. Brincadeira! Coisa pra novo-rico.

A joia não é lá nenhuma Pasadena, mas seu valor daria pra enxugar uma parte do prejuízo causado pela trapalhada. Eu disse trapalhada? Será?

.

Fonte em inglês
Fonte em francês
A Feira de Basileia