Panem et circenses

José Horta Manzano

Truques para acariciar a alma de um povo sofrido não são invenção moderna. Dois mil anos atrás, os dirigentes romanos já se tinham dado conta de que um agradozinho ao povão pode fazer milagres.

Der Spiegel 1Como marca da época, restou a expressão Panem et circenses, em geral traduzida como Pão e circo (por Pão e jogos circenses). Adaptada aos tempos modernos, a máxima fica assim: «Para acalmar o povão, nada melhor que comida e diversão».

Com bolsas várias, o governo federal brasileiro tem reavivado o tradicional viés paternalista de nossa sociedade. Pouco preocupados com os alicerces bambos sobre os quais se está construindo o futuro dos brasileiros, os atuais medalhões estão mais é interessados nos dividendos imediatos que possam colher. Sob forma de votos preferivelmente.

O truque da distribuição de pão vem funcionando. Faltava o circo. O campeonato mundial de futebol veio a calhar, verdadeira mão na roda. Pouco importou que os bilhões pudessem vir a ser mais bem empregados: o que interessava era encher os olhos do povo ignaro com os paetês e as lantejoulas do imenso circo futebolístico.

Assim foi feito. No entanto, como já berrava o outro numa passeata, o povo não é bobo. Ninguém aprecia ver a própria inteligência insultada. De um ano para cá, o paciente tem recusado a anestesia. Está de olhão aberto. E o pior é que o mundo inteiro está-se dando conta da real situação do País. Uma humilhação.

Interligne 18h

Fundada logo após o término da Segunda Guerra, a revista semanal Der Spiegel (O Espelho) é a maior e mais influente publicação investigativa da Alemanha.

Sua edição datada de 12 maio 2014 traz uma reportagem de capa sobre a «Copa das copas». O título Tod und Spiele (Morte e jogos) faz alusão à expressão Brot und Spiele, tradução alemã da original latina. Sutilmente, a revista substituiu o pão (Brot) pela morte (Tod). A rima e o ritmo permanecem, mas o sentido muda drasticamente.

Está aí a demonstração de que o nome do Brasil está, como se diz, na boca do povo. Infelizmente, o mundo está descobrindo justamente o lado que gostaríamos de esconder.Der Spiegel 2

Eigentor Brasilien
Ausgerechnet im Land des Fussballs könnte die Weltmeisterschaft zum Fiasko werden: Demonstrationen, Streiks und Schiessereien statt Party. Die Bürger sind wütend über teure Stadien und korrupte Politiker – und sie leiden unter den stagnierenden Wirtschaft.

Brasil: gol contra
Justamente no país do futebol, a Copa do Mundo poderia ser um fiasco: manifestações, greves e tiroteios em vez de festa. Os cidadãos estão furiosos por causa dos estádios caros e dos políticos corruptos. Ademais, sofrem com a estagnação da economia.

2 pensamentos sobre “Panem et circenses

  1. Elogiar seus textos é chover no molhado, caro Sr. Manzano. Sempre brilhantes! Quem dera que pelo menos a capa da Der Spiegel se espalhasse pelo Brasil com tradução… Abraço!

    Curtir

Dê-me sua opinião. Evite palavras ofensivas. A melhor maneira de mostrar desprezo é calar-se e virar a página.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s