Como é que é?

José Horta Manzano

Deu no Estadão

Não entendi, sem brincadeira. Acho que, desta vez, o estagiário se superou. Para decifrar o texto, pensei em três possibilidades:

    1. Ele se refere a aeroportos que, de tão bonitos, nos deixam sem ânimo de sair e apanhar um táxi.
    2. Ou talvez sejam aeroportos que, de tão assustadores, a gente vai evitar a todo custo.
    3. Quem sabe ainda ele tenha querido dizer que aeroportos “pelo mundo” são tão numerosos que a gente até perde a vontade de ir embora (de viajar).

Se você entendeu, parabéns pela argúcia. E não se esqueça de mandar carta para a redação. Agradecimentos antecipados.

3 pensamentos sobre “Como é que é?

  1. E se o “estagiário” tivesse escrito assim? “16 eroportos top dos quais você não terá vontade de sair”. (Não precisa dizer que são aeroportos “do mundo”, precisa? rsrs) Decerto ele lembrava que não se deve começar uma frase com um número (a não ser que esteja por extenso), aí colocou o top na frente. E com isso ele se perdeu no pouco raciocínio que tinha, rsrs…

    Curtir

Dê-me sua opinião. Evite palavras ofensivas. A melhor maneira de mostrar desprezo é calar-se e virar a página.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s