A hora da verdade

José Horta Manzano

Você sabia?

Lincoln 1«Pode-se enganar todo o povo por algum tempo e parte do povo todo o tempo, mas não se pode enganar o povo todo o tempo todo.»

Frequentemente citada, a máxima do presidente americano Abraham Lincoln (1809-1865) não perde a modernidade. A verdade que ela expressa, universal e atemporal, é volta e meia confirmada.

Durante os anos de soberbia e jactância, nosso guia enganou muita gente ‒ não só dentro dos limites de Pindorama mas até além-fronteiras. Não foram poucos a enxergar no taumaturgo um Stalin redivivo, um virtuoso pai dos pobres, generoso e desprendido, enviado à terra para redimir a humanidade.

Chamada do portal português Política ao Minuto 25 março 2016

Chamada do portal português Política ao Minuto
25 março 2016

Passando por cima do desprezo que o então presidente consagrava ao esforço pessoal e ao estudo em particular, numerosas universidades estrangeiras o louvaram com o grau de doutor «honoris causa».

Entre os institutos de primeira linha estão a tradicional Universidade de Coimbra, o incensado Insituto Sciences-Po de Paris, a abalizada Escola Politécnica Federal de Lausanne (Suíça), a antiquíssima Universidade de Salamanca ‒ a quarta mais antiga da Europa, fundada em 1218. Coisa finíssima.

Mas aí… entrou em cena a máxima do velho Lincoln. Como mentira tem perna curta, os trambiques, as maquinações e as urdiduras de nosso folclórico ex-presidente foram ganhando a luz dos holofotes. Agora, que os «malfeitos» estão aí, expostos, pra quem quiser ver, as venerandas universidades estão numa tremenda saia justa.

Estudantes da Universidade de Coimbra Lula com orelhas de burro

Estudantes da Universidade de Coimbra
Lula com orelhas de burro

Se não cassarem o diploma concedido ao figurão caído, guardarão seus anais para sempre maculados pelo desastre de ter homenageado quem não merecia. Se voltarem atrás e cassarem a honraria, estarão dando mostra de leviandade na concessão. O que é pior?

Universitários de Coimbra são os primeiros a reagir. Envergonhados de contar em seu panteão com figura tão incongruente, pedem à reitoria que anule o grau de «doutor» atribuído em 2011 ao antigo presidente do Brasil. Em primeira reação, o reitor mostra-se reticente a aceder à solicitação. De qualquer maneira, a saia curta está vestida. Livrar-se dela vai ser difícil.

Não se pode enganar o povo todo o tempo todo.

Um pensamento sobre “A hora da verdade

  1. Essas instituições tão rigorosas com aqueles que nelas defendem suas teses acadêmicas foram precipitadas em atribuir título honorífico a quem não conheciam o real mérito, desluzaram no embalo da onda!

    Curtido por 1 pessoa

Dê-me sua opinião. Evite palavras ofensivas. A melhor maneira de mostrar desprezo é calar-se e virar a página.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s