Tuíte – 18

José Horta Manzano
Nenhum país deseja importar doentes nem doenças contagiosas. A importação de turistas doentes periga sobrecarregar o sistema nacional de saúde. Pior ainda, o forasteiro doente é foco de transmissão da enfermidade, que pode se alastrar pela população local.

Dito isso, vai aqui uma recomendação aos céticos, aos antivax e aos outros hesitantes: vacinem-se! Se e quando o imunizante estiver disponível no Brasil, naturalmente.

É bem possível que, dentro em breve, numerosos países comecem a exigir de todo visitante estrangeiro que prove ter sido vacinado contra a covid. Portanto, seja para dançar um tango em Buenos Aires ou andar de xícara na Disneylândia, é mais que provável que exijam prova de vacinação.

E não faça essa cara de espanto. Já hoje há muitos países onde não se entra sem ter sido vacinado contra a febre amarela, pois não? E isso não escandaliza ninguém.

Dê-me sua opinião. Evite palavras ofensivas. A melhor maneira de mostrar desprezo é calar-se e virar a página.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s